Avançar para o conteúdo principal

Troque sua senha! Mais de 3 milhões de logins de sites são expostos na web...

Mais de três milhões de logins em sites e aplicativos de streaming, principalmente relacionados a músicas, vídeos e jogos, estão disponíveis para aproveitadores na internet. O flagra foi feito pelo dfndr lab, laboratório especialista em cibersegurança da PSafe para plataformas digitais. No total, a empresa diz ter encontrado 3,4 milhões de emails e senhas destinadas a entrar em sites e aplicativos de streaming populares, além de darem acesso a jogos. Os dados foram achados no site de hospedagem na nuvem Mega.nz - ou seja, fácil de ser acessado, já que nem está escondido na deep web.... O site de armazenamento na nuvem em que estão as informações é o mesmo em que foi encontrado, há duas semanas, quase 800 milhões de senhas e emails compilados de diversos vazamentos. A PSafe diz acreditar que os três milhões encontrados agora não estão ligados ao vazamento anterior, já que a base tem como característica ter sido conseguida via phishing. No golpe de phishing, os hackers utilizam normalmente uma página falsa que se faz passar pelo site verdadeiro. Assim, quando a vítima coloca suas credenciar para entrar na página, os dados acabam parando nas mãos de invasores. Entre os dados, segundo a PSafe, estão contas de brasileiros. As informações foram encontradas por meio de uma nova função de checagem de dados vazados, feita dentro do laboratório da dfndr. Em bases vazadas como essa, o risco se torna maior por muitos usuários repetirem o email e senha em diversos sites diferentes. O nome dos aplicativos e serviços que tiveram os dados de usuários expostos não foi informado pela PSafe, que diz não ter autorização das marcas para citar seus nomes. O aplicativo dfndr security oferece um monitoramento de roubo de dados. Contudo, o usuário pode saber mais facilmente se suas informações já foram vazadas ao acessar o site Have I Been Pwned e colocar...

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Cheats e códigos GTA 5 (Xbox One, Xbox 360, PS4, PS3 e PC)

O  Códigos  de  GTA 5 , também chamados de macetes ou cheats, permitem fazer trapaças como ter vida infinita, criar armas e controlar a polícia no game para  Xbox 360 ,  PS3 ,  PS4  e  Xbox One . Confira a lista com todas as manhas do jogo da  Rockstar , atualizada em 2019. Aproveite ver também os  códigos de GTA 5 para PC  e outros truques usando o celular no Grand Theft Auto 5. GTA 5: como ganhar dinheiro infinito de forma rápida Os códigos funcionam usando o direcional do controle e os botões correspondentes. O ideal é fazer de forma rápida, sem pausas longas, para que todos os cheats entrem corretamente. Quando ativado, o código mostra uma mensagem acima do mapa, sinalizando que está funcionando. Lista de códigos de GTA 5 para Xbox 360 e Xbox One Invencibilidade:  Direita, A, Direita, Esquerda, Direita, RB, Direita, Esquerda, A, Y Queda Livre:  LB, LT, RB, RT, Esquerda, Direita, Esquerda, Direita, LB, LT, RB, RT, Esquerda, Direita, Esquerda, Direita Arma

Notícias ao minuto sobre o coronavirus (cov-19) em Portugal

Coronavirus em Portugal actualizações hora a hora... Confirmados (total); Suspeitos (total acumulado) Por faixa etária Por região Óbitos por faixa etária e género

Portugal tem 3544 casos confirmados e 60 mortes

Há mais dez mortes do que na segunda-feira e mais 15% de casos confirmados de infecção. Região norte é a que tem mais mortes e mais casos de infecção. Mais de 60% das pessoas que morreram tinham idades superiores a 80 anos. Pelo mundo, a pandemia já fez mais de 16.500 mortes e, desde o início do surto, foram identificados mais de 377 mil casos de infecção. Há 33 mortes em Portugal (mais dez do que na segunda-feira) e 2362 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Portugal, mais 302 do que no dia anterior – o que corresponde a uma variação de 15%. Das vítimas mortais, 63% tinham uma idade superior a 80 anos. Ao todo, 22 pessoas recuperaram. Inicialmente, a Direcção-Geral da Saúde (DGS) avançou 30 mortes, incluindo um primeiro óbito nos Açores que, afinal, se tratava de um paciente que não estava infectado com o novo coronavírus. No comunicado em que corrige essa informação, emitido pelas 16h25, a DGS dá conta de três outros óbitos, que “foram conhecidos após p