Avançar para o conteúdo principal

Alzheimer no olhar. Alterações na retina podem prever aparecimento da doença

Especialistas defendem que tanto oftalmologistas como oculistas serão capazes de verificar a saúde do funcionamento cerebral dos indivíduos enquanto examinam a visão dos mesmos. O estudo é da autoria de uma equipa de investigadores da Duke Eye Center, o pólo da Universidade Duke em Kunshan, na China, que analisou as alterações microvasculares e neurodegenerativas da retina em doentes de Alzheimer e pessoas saudáveis. Após a análise, os cientistas encontraram algumas diferenças significativas. Para chegar a esta conclusão, os cientistas recorreram a uma tecnologia não evasiva chamada angiotomografia de coerência óptica (OCTA). Esta técnica permite comparar as alterações dos olhos através da análise das ondas de luz que revela o fluxo de sangue em cada camada da retina. De acordo com o jornal espanhol ABC, os cientistas estudaram mais de 200 indivíduos: 39 pacientes com Alzheimer; 37 pessoas com uma alteração cognitiva suave e 133 pessoas saudáveis.
Segundo o estudo, publicado recentemente na Ophtalmologia Retina, o grupo dos doentes de Alzheimer tinha perdas de pequenos vasos sanguíneos na retina e uma das camadas era mais fina em comparação com pessoas com deficiência cognitiva leve e pessoas saudáveis. Sharon Fekrat, principal autora do estudo, explicou que “em pessoas com cérebros saudáveis, os vasos sanguíneos microscópicos formam uma rede densa na parte de trás do olho, dentro da retina, o que foi encontrado nos 133 participantes do estudo”. Contudo, nos olhos dos pacientes de Alzheimer, essa rede era menos densa e até escassa em alguns locais, “isto depois de controlarmos fatores como idade, sexo e nível de educação”. Em declarações ao The Telegraph, Fekrat afirmou ser possível “que as alterações na densidade dos vasos sanguíneos se assemelhem ao que ocorre nos minúsculos vasos sanguíneos no cérebro”. “Se conseguirmos detetar essas modificações nos vasos sanguíneos através da retina antes de surgirem alterações na cognição, isso seria altamente revolucionário”. A urgência do diagnóstico precoce da doença de Alzheimer é cada vez mais urgente, uma vez que “não é possível com as técnicas atuais, como um exame ao cérebro, detetar os pacientes com a patologia”. O objetivo desta técnica seria utilizar a tecnologia para diagnosticar a doença antes dos primeiros sintomas se manifestarem.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Cheats e códigos GTA 5 (Xbox One, Xbox 360, PS4, PS3 e PC)

O  Códigos  de  GTA 5 , também chamados de macetes ou cheats, permitem fazer trapaças como ter vida infinita, criar armas e controlar a polícia no game para  Xbox 360 ,  PS3 ,  PS4  e  Xbox One . Confira a lista com todas as manhas do jogo da  Rockstar , atualizada em 2019. Aproveite ver também os  códigos de GTA 5 para PC  e outros truques usando o celular no Grand Theft Auto 5. GTA 5: como ganhar dinheiro infinito de forma rápida Os códigos funcionam usando o direcional do controle e os botões correspondentes. O ideal é fazer de forma rápida, sem pausas longas, para que todos os cheats entrem corretamente. Quando ativado, o código mostra uma mensagem acima do mapa, sinalizando que está funcionando. Lista de códigos de GTA 5 para Xbox 360 e Xbox One Invencibilidade:  Direita, A, Direita, Esquerda, Direita, RB, Direita, Esquerda, A, Y Queda Livre:  LB, LT, RB, RT, Esquerda, Direita, Esquerda, Direita, LB, LT, RB, RT, Esquerda, Direita, Esquerda, Direita Arma

Notícias ao minuto sobre o coronavirus (cov-19) em Portugal

Coronavirus em Portugal actualizações hora a hora... Confirmados (total); Suspeitos (total acumulado) Por faixa etária Por região Óbitos por faixa etária e género

Portugal tem 3544 casos confirmados e 60 mortes

Há mais dez mortes do que na segunda-feira e mais 15% de casos confirmados de infecção. Região norte é a que tem mais mortes e mais casos de infecção. Mais de 60% das pessoas que morreram tinham idades superiores a 80 anos. Pelo mundo, a pandemia já fez mais de 16.500 mortes e, desde o início do surto, foram identificados mais de 377 mil casos de infecção. Há 33 mortes em Portugal (mais dez do que na segunda-feira) e 2362 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Portugal, mais 302 do que no dia anterior – o que corresponde a uma variação de 15%. Das vítimas mortais, 63% tinham uma idade superior a 80 anos. Ao todo, 22 pessoas recuperaram. Inicialmente, a Direcção-Geral da Saúde (DGS) avançou 30 mortes, incluindo um primeiro óbito nos Açores que, afinal, se tratava de um paciente que não estava infectado com o novo coronavírus. No comunicado em que corrige essa informação, emitido pelas 16h25, a DGS dá conta de três outros óbitos, que “foram conhecidos após p