Avançar para o conteúdo principal

11 de setembro português provocou 49 mortos na Linha da Beira Alta

O 11 de setembro português ocorreu há 37 anos na linha ferroviária da Beira Alta, em Alcafache, no concelho de Mangualde, distrito de Viseu.


Foi o mais trágico acidente ferroviário português, provocando a morte a 49 pessoas. No entanto, 64 passageiros continuam ainda hoje dados como desaparecidos.


O serviço regional 1324, com paragem em todas as estações e apeadeiros, chegou à estação de Mangualde, onde deveria permanecer até fazer o cruzamento com o Internacional. No entanto, e não obstante o facto de se terem dado ordens para que a prioridade na circulação fosse atribuída ao serviço internacional, o regional continuou viagem, estimando que o atraso na marcha do Internacional fosse suficiente para a chegada à estação de Nelas, onde, então, se poderia fazer o cruzamento. O outro serviço estava a circular com um atraso menor do que o esperado; considerando, erroneamente, que a via estava livre até à estação de Mangualde, também continuou viagem.

Após a partida, o chefe da estação de Nelas telefonou para a estação de Moimenta-Alcafache, para avisar da partida do Internacional, sendo, então, informado, que o serviço Regional já se encontrava a caminho.


Prevendo que as composições iriam colidir, tentou avisar a guarda-barreira de uma passagem de nível entre ambas as estações, de modo a que esta parasse a composição através da ostentação de uma bandeira ou da colocação de petardos na via; no entanto, esta manobra não foi possível, porque o comboio já ali tinha passado.

Por volta das 18h37m deu-se a colisão entre as duas composições, a uma velocidade aproximada de 100 quilómetros/hora. 

O choque destruiu as locomotivas e algumas carruagens em ambas as composições, e provocou vários incêndios devido ao combustível presente nas locomotivas e nos sistemas de aquecimento das carruagens.


Devido ao facto de os materiais utilizados nas carruagens não serem à prova de chamas, o fogo propagou-se rapidamente, produzindo grandes quantidades de fumo.

Logo após o acidente, gerou-se o pânico entre os passageiros, que tentaram sair das carruagens. Várias pessoas, entre elas crianças, ficaram presas nos destroços das carruagens, tendo sido socorridos por outros passageiros; outros não conseguiram sair a tempo, tendo morrido nos incêndios ou asfixiadas.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Cheats e códigos GTA 5 (Xbox One, Xbox 360, PS4, PS3 e PC)

O  Códigos  de  GTA 5 , também chamados de macetes ou cheats, permitem fazer trapaças como ter vida infinita, criar armas e controlar a polícia no game para  Xbox 360 ,  PS3 ,  PS4  e  Xbox One . Confira a lista com todas as manhas do jogo da  Rockstar , atualizada em 2019. Aproveite ver também os  códigos de GTA 5 para PC  e outros truques usando o celular no Grand Theft Auto 5. GTA 5: como ganhar dinheiro infinito de forma rápida Os códigos funcionam usando o direcional do controle e os botões correspondentes. O ideal é fazer de forma rápida, sem pausas longas, para que todos os cheats entrem corretamente. Quando ativado, o código mostra uma mensagem acima do mapa, sinalizando que está funcionando. Lista de códigos de GTA 5 para Xbox 360 e Xbox One Invencibilidade:  Direita, A, Direita, Esquerda, Direita, RB, Direita, Esquerda, A, Y Queda Livre:  LB, LT, RB, RT, Esquerda, Direita, Esquerda, Direita, LB, LT, RB, RT, Esquerda, Direita, Esquerda, Direita Arma

Notícias ao minuto sobre o coronavirus (cov-19) em Portugal

Coronavirus em Portugal actualizações hora a hora... Confirmados (total); Suspeitos (total acumulado) Por faixa etária Por região Óbitos por faixa etária e género

Portugal tem 3544 casos confirmados e 60 mortes

Há mais dez mortes do que na segunda-feira e mais 15% de casos confirmados de infecção. Região norte é a que tem mais mortes e mais casos de infecção. Mais de 60% das pessoas que morreram tinham idades superiores a 80 anos. Pelo mundo, a pandemia já fez mais de 16.500 mortes e, desde o início do surto, foram identificados mais de 377 mil casos de infecção. Há 33 mortes em Portugal (mais dez do que na segunda-feira) e 2362 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Portugal, mais 302 do que no dia anterior – o que corresponde a uma variação de 15%. Das vítimas mortais, 63% tinham uma idade superior a 80 anos. Ao todo, 22 pessoas recuperaram. Inicialmente, a Direcção-Geral da Saúde (DGS) avançou 30 mortes, incluindo um primeiro óbito nos Açores que, afinal, se tratava de um paciente que não estava infectado com o novo coronavírus. No comunicado em que corrige essa informação, emitido pelas 16h25, a DGS dá conta de três outros óbitos, que “foram conhecidos após p