Avançar para o conteúdo principal

Querem “silenciar e destruir” Rui Pinto em vez de “perseguir quem pratica os crimes”


Alegado "hacker" foi acusado dos crimes de extorsão na forma tentada e acesso ilegítimo. Advogados confrontam a ilibação do Benfica do caso "e-toupeira" com a acusação a Rui Pinto.

A defesa de Rui Pinto, liderada pelos advogados William Bourdon e Francisco Teixeira da Mota, acusou, esta sexta-feira, o Ministério Público (MP) de estar mais preocupado em "perseguir" aqueles que denunciam crimes do que "investigar" aqueles que, alegadamente, os praticam.
Em comunicado, com alusão à ilibação da SAD do Benfica do processo "e-toupeira", a defesa do alegado "hacker" comentou que a equipa constituída pelo MP para investigar a criminalidade no mundo do futebol "parece estar mais dedicada a perseguir aqueles que a denunciam do que a investigar aqueles que a praticam". 

Na quinta-feira, Rui Pinto foi acusado dos crimes de extorsão na forma tentada e acesso ilegítimo. A defesa lamenta que o MP consiga "evitar que a SAD de um clube de futebol seja pronunciada" por corrupção, ao mesmo tempo que "consegue 'descobrir' 147 crimes contra o seu constituinte".
"E enquanto em Espanha a Doyen é objeto de processos fiscais e criminais, em Portugal goza do beneplácito das autoridades de investigação", pode ler-se no comunicado. 

A defesa conclui que com a acusação e consequente pedido de manutenção da prisão preventiva, em que o "hacker" está desde o dia 22 de março, "confirma-se a vontade do Ministério Público de silenciar e destruir Rui Pinto, evitando que prossiga a colaboração que vinha mantendo com as autoridades de investigação de outros países".
Os advogados sublinham que a acusação deduzida contra Rui Pinto contém "numerosas falsidades, nulidades e ilegalidades", às quais irão reagir no processo "no seu devido tempo". 
 Acusação impediu libertação

Rui Pinto seria libertado no domingo, após cumpridos os seis meses de prisão preventiva, caso não fosse acusado pelo Ministério Público.
Em causa, está o caso do acesso ilegítimo aos e-mails da Doyen e do Sporting. O advogado de Rui Pinto, Aníbal Pinto, foi também acusado.
Rui Pinto foi detido na Hungria, ao abrigo de um mandado de captura internacional, e foi extraditado para Lisboa, acompanhado por elementos da Polícia Judiciária.
O também colaborador do "Football Leaks" terá entrado, em setembro de 2015, no sistema informático da Doyen Sports, com sede em Malta, e é também suspeito de aceder ao endereço de correio eletrónico de membros do Conselho de Administração e do departamento jurídico do Sporting e, consequentemente, ao sistema informático da SAD leonina

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Cheats e códigos GTA 5 (Xbox One, Xbox 360, PS4, PS3 e PC)

O Códigos de GTA 5, também chamados de macetes ou cheats, permitem fazer trapaças como ter vida infinita, criar armas e controlar a polícia no game para Xbox 360, PS3, PS4 e Xbox One. Confira a lista com todas as manhas do jogo da Rockstar, atualizada em 2019. Aproveite ver também os códigos de GTA 5 para PC e outros truques usando o celular no Grand Theft Auto 5.


GTA 5: como ganhar dinheiro infinito de forma rápida Os códigos funcionam usando o direcional do controle e os botões correspondentes. O ideal é fazer de forma rápida, sem pausas longas, para que todos os cheats entrem corretamente. Quando ativado, o código mostra uma mensagem acima do mapa, sinalizando que está funcionando. Lista de códigos de GTA 5 para Xbox 360 e Xbox One
Invencibilidade: Direita, A, Direita, Esquerda, Direita, RB, Direita, Esquerda, A, YQueda Livre: LB, LT, RB, RT, Esquerda, Direita, Esquerda, Direita, LB, LT, RB, RT, Esquerda, Direita, Esquerda, DireitaArmadura e vida no máximo: B, LB, Y, RT, A, X, B, Dir…

Notícias ao minuto sobre o coronavirus (cov-19) em Portugal

Coronavirus em Portugal actualizações hora a hora...




Confirmados (total); Suspeitos (total acumulado) Por faixa etária Por região







Emigrantes de volta a Portugal estão a furar quarentena

Portugueses vindos de França e Espanha não estão a respeitar o isolamento social obrigatório de 14 diasO presidente da Câmara de Bragança adverte que os emigrantes que estão a regressar para se juntarem às suas famílias não estão a cumprir a quarentena de confinamento em casa, determinada pela Autoridade Regional de Saúde a partir de quinta-feira. 

“Chegam às aldeias, andam na rua e cumprimentam a população toda”, afirma Hernâni Dias. O autarca decidiu, por isso, proceder a “avisos sonoros” nas zonas rurais do município, onde residem muitos idosos vulneráveis.